Espirometria (Prova de Função Pulmonar) - Dr. Alexandre César

Espirometria (Prova de Função Pulmonar)

O teste de espirometria é um exame de diagnóstico que permite medir os volumes respiratórios, isto é, a quantidade de ar que entra e sai dos pulmões, sendo muito útil para avaliar o funcionamento dos pulmões.

Está indicado para auxílio diagnóstico nas doenças respiratórias como Asma, Doença Pulmonar Obstrutiva crônica (DPOC, enfisema), na investigação da dispneia (falta de ar) e outras doenças que possam afetar os pulmões, bem como na avaliação da resposta ao tratamento instituído.

A Espirometria é realizada em dois tempos, antes e após uso de medicação, ou seja, prova broncodilatadora, que determinará a resposta obtida pelo paciente com medicação inalatória.

 

Orientações sobre o exame:

  • Não é necessário jejum, porém a ingestão de café, chá e bebida alcoólica deve ser evitada nas 6 horas que antecedem o teste, pois seu uso pode alterar o resultado.
  • Não se deve fumar pelo menos nas 2 horas que antecedem o exame.
  • Em caso de infecções respiratórias, como gripe e resfriados, deve-se adiar o teste até a melhora dos sintomas;
  • Alguns medicamentos devem ser evitados antes do exame, principalmente os inalatórios:
    • Broncodilatadores de curta ação (Aerolin®, Berotec®, Atrovent®) devem ser suspensos por 4 horas antes do exame;
    • Broncodilatadores de ação prolongada (exemplos: medicamentos que contem “formoterol” ou “salmeterol”) dever ser suspensos 12 horas antes do exame;
    • Broncodilatadores de ação ultra-longa (isto é, usado só uma vez por dia, exemploSpiriva®) devem ser suspensos por 24 horas antes do exame.

Dr. Alexandre César

- Graduado em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG em 1996.

- Especialista em Cirurgia de Cabeça a Pescoço pelo Instituto do Câncer de Minas Gerais (Hospitais Mário Penna e Luxemburgo).

Conheça mais sobre o Dr. Alexandre